Jantar do Panificador 2017

ANIMAÇÃO E ALEGRIA MARCAM COMEMORAÇÃO

 DO DIA DO PANIFICADOR

 

Empresários do setor de panificação, fornecedores, diretores de Sindicatos e Entidades ligadas à panificação prestigiaram mais um jantar em comemoração ao "Dia do Panificador". O evento, realizado no dia 7 de julho, no Clube Juventus, em São Paulo, foi marcado por muita música e animação. "Preparamos um jantar dançante para toda a família da panificação aproveitar", ressaltou o presidente Antero José Pereira.

Na abertura do evento o presidente falou sobre as dificuldades enfrentadas pelo setor nos últimos anos. Segundo ele os primeiros três meses foram positivos e aí tudo voltou a cair. "Novamente nosso setor não vai ter queda, mas também não haverá crescimento."

O presidente fez questão de falar sobre a falta de ação da autoridades para combater a venda de pão clandestino. Hoje, nas periferias, 20% da venda de pão é feita clandestinamente. "São indústrias que fazem pão com Deus sabe lá que tipo de água, às vezes roubando energia, farinhas de origem desconhecida. Já batemos na porta das autoridades e nada foi feito. A partir do dia 10 faremos um alerta. Um movimento em quatro rádios alertando a população sobre quão prejudicial pode ser o consumo desse pão, e quanto prejuízo ele traz para as padarias tirando nossos clientes e roubando empregos."

Pereira aproveitou para anunciar a próxima edição da Fipan, que começa no dia 25 de julho, no Center Norte. "Mesmo em época de crise nossa Feira cresceu em torno de 10%. Para sair da crise a padaria precisa se remodelar, logo, todos estão convidados a visitar a Fipan."

Outra novidade será a comemoração do Dia Mundial do Pão, que deixará a av. Paulista. Este ano o Sampapão em conjunto com o Sindustrigo, Abitrigo e Abimap promoverão a corrida "Trigo é Saúde", no Vale do Anhangabau. Ao final os participantes receberão um kit com pães. A expectativa é distribuir 10 mil kits.

Patrocinadores

Mais uma vez o presidente Antero José Pereira fez questão de entregar uma homenagem aos patrocinadores e ressaltar a importância deles para a realização dos eventos das Entidades.

Marcelo Costa, diretor de Vendas da Kibon ressaltou que o setor é o mais importante para a empresa daí o interesse em estreitar a parceria. "Tanto o evento é importante quanto o setor de padarias. Ficamos muito felizes de poder estar aqui e continuar sendo um grande parceiro dos panificadores."

A responsável pelo Marketing da Seara, Deise Souza, afirmou que para a marca é muito importante estar no Jantar, já que esse é o principal público da empresa. "Temos um mix de produto destinado para o canal, então trazemos estrategicamente os produtos para apresentar e para estreitar o relacionamento."

Patrícia Ishida, do marketing da Fleichmann diz que o setor tem crescido bastante gerando novas oportunidades. "Eles sempre nos procuram para entender as tendências, buscar novas soluções para a panificação, por isso é muito importante participar dos eventos nos quais podemos ter contato direto com os panificadores."

A Aurora participou pela primeira vez do Jantar. A representante da empresa, Fernanda Benzi afirmou que o canal é muito importante para a marca que pretende crescer cada vez mais e trabalhar em parceria. "Temos um crescimento cada vez maior da Aurora, um reconhecimento do público e dos donos de padarias em relação aos nossos produtos. Então no mercado a gente vê que tem um bom plano daqui para frente."

O gerente Regional de São Paulo e Interior da Souza Cruz, Alberto de Miranda Caribe afirmou que a empresa se empenha em dar uma atenção especial ao segmento, daí a importância de estar presente no evento. Falando sobre a campanha em combate ao contrabando ele lembrou que é uma concorrência desleal a venda clandestina de cigarros. "O que nos resta é tentar alertar as autoridades competentes que podem e devem fazer esse tipo de fiscalização."

Christian Saigh, do Sindustrigo e do Moinho Santa Clara afirmou que é um prazer participar desse evento grandioso que é o setor de panificação. "A farinha produzida no Brasil 50% é utilizada no pão francês. Um produto milenar, importante para a população. Então em nome dos moinhos de trigo aqui do Estado de São Paulo e em nome do moinho Santa Clara, venho aqui com muito prazer todo ano renovar os votos de muita estima e consideração."

A assessora do vereador Toninho Paiva, Norma Gomez Fabiano elogiou o papel do presidente Antero José Pereira à frente da panificação, chamando atenção para o porte de Fipan e das demais ações que o Sampapão realiza em prol do panificador.

Representando o Departamento Sindical e a Central de Serviços da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Henrique Schoueri lembrou que o segmento é ágil e dinâmico e tem toda a capacidade e potencial para ajudar na retomada da economia. "Todo mundo compra um pãozinho de manhã, o paulista tem esse costume, assim como o brasileiro. Acho que ele é uma das molas propulsoras da economia e pode ajudar a moldar todo o resto do sistema."

Como ocorre tradicionalmente o Sampapão homenageou quatro padarias, a Covadonga, Nova Araújo, Orquídea Chic e Queluz. Os convidados foram animados pela banda São Paulo Show e ao final do jantar todos caíram no samba com o "Brazilian Show".

 

 

 

Confira as fotos do Jantar do Panificador 2017